segunda-feira, 25 de junho de 2012

Pesos e Medidas

Olá, Bom dia !!

Outro dia estava fazendo uma outra receita de sabonete, e verifiquei que temos muitas opções de medidas, fiquei curiosa, deixa explicar.
Quantos ml tem um copo do tipo americano? Mas, temos diversos tipos de copo não é verdade !!!
Temos copo do requeijão, copo de seleta de legumes (comprei ontem, estava mais encontra que a seleta em latas...rs ), copo de extrato de tomate .. e assim por diante.
Então, é sempre bom termos em casa um copo medidor, e também, deixar "marcado" que o copo do tipo americano mede 150 ml. Pois, na hora que estamos fazendo a nossa receita, tudo tem que estar a mão.
Veja o texto abaixo escrito por Izildinha Botelho. Só não anotei o site dela :(
Izildinha, caso passe por aqui, deixe um olá. E muito obrigada pelo texto descrito abaixo.
Vamos lá.
Pesos e Medidas   
 
Sempre que vamos fazer uma receita, usamos medidas ou peso para determinados ingredientes. Usamos utensílios caseiros como xícara, colher, copo pela facilidade deles estarem a nossa mão. No entanto devemos levar em conta que o tamanho das xícaras, colher e copos variam muito de tamanho. O ideal é que pesamos e medimos a quantidade que temos nesses utensílios e deixá-los só para as receitas, ou também podemos comprar medidores padronizados.

Para se medir o líquido é importante que esteja colocado em lugar nivelado para que verifique a sua medida correta, sempre que você veja na altura dos olhos. Quando for usar colher para medir deixe que fique até a borda sem que derrame.
Para medir ingredientes secos em xícaras, copos ou colheres é necessário que não aperte só se tiver na receita ou se for como o açúcar mascavo que deve ser compactado á medida. Para que a medida fique nivelada é importante que passe a costa de uma faca para que tire o excesso. Já no caso de ser colher e pedir para que esteja bem cheia coloque duas rasas.
Já para medir as gorduras sólidas como gordura vegetal, banha, manteiga ou margarina é importante encha apertando para que fique até a borda, para que não fique nenhum pedacinho vazio. A gordura em temperaturas ambiente são mais fáceis para se medir do que quando estão geladas.
Tabela de Pesos e Medidas

Equivalência para Ingredientes Líquidos

1 copo (do tipo americano) = 150ml = 4 oz
1 xícara (chá) = 150ml = 4 oz
¾ xícara (chá) = 112,5ml = 3 oz
½ xícara (chá) = 75ml = 2 oz
¼ xícara (chá) = 37,5ml = 1 oz
1 copo (do tipo de requeijão) = 250ml = 8 oz
¾ copo (do tipo de requeijão) = 187,5ml = 6 oz
½ copo (do tipo de requeijão) = 125ml = 4 oz
¼ copo (do tipo de requeijão) = 62,5ml = 2 oz
½ copo (do tipo de requeijão) = 125ml = 4 oz
1 colher (sopa) = 15ml
1 colher (sobremesa) = 10ml
1 colher (chá) = 5ml
1 colher (café) = 2,5ml
4 copos (do tipo de requeijão) = 1 litro
1 cálice = 9 colheres (sopa)

Açúcar
  1 copo (do tipo americano) = 200g = 14 colheres (sopa)
  1 xícara (chá) = 200g = 14 colheres (sopa)¾ xícara (chá) = 150g = 10,5 colheres (sopa)
  ½ xícara (chá) = 100g = 7 colheres (sopa)
  ¼ xícara (chá) = 50g = 3,5g
  1 copo (do tipo de requeijão) = 280g
  ¾ copo (do tipo de requeijão) = 210g
  ½ copo (do tipo de requeijão) = 140g
  ¼ copo (do tipo de requeijão) = 70g
  1 colher (sopa) = 14g
  1 colher (sobremesa) = 9g
  1 colher (chá) = 4g

Farinha de Trigo
  1 copo (do tipo americano) = 165g
  1 xícara (chá) = 165g = 13 colheres (sopa)
  ¾ xícara (chá) = 123,75g = 9,75 colheres (sopa)
  ½ xícara (chá) = 82,5g = 6,5 colheres (sopa)
  ¼ xícara (chá) = 41,25g = 3,25 colheres (sopa)
  1 copo (do tipo de requeijão) = 212g = 16 colheres (sopa)
  ¾ copo (do tipo de requeijão) = 159g = 12 colheres (sopa)
  ½ copo (do tipo de requeijão) = 106g = 8 colheres (sopa)
  ¼ copo (do tipo de requeijão) = 53g = 4 colheres (sopa)
  1 colher (sopa) = 13g
  1 colher (sobremesa) = 5g
  1 colher (chá) = 2g

Farinha de Mandioca
  1 xícara (chá) = 180g

Farinha de rosca
  1 xícara (chá) = 120g

Fubá
  1 xícara (chá) = 160g

Amido de Milho
  1 xícara (chá) = 100g
  ½ xícara (chá) = 50g
  1 colher (sopa) = 15g

Arroz
  1 xícara (chá) = 160g
  1 colher (sopa) = 10g

Feijão
  1 xícara (chá) = 160g

Macarrão
  1 xícara (chá) = 100g

Banha
  1 xícara (chá) = 130g
  ½ xícara (chá) = 65g
  1 colher (sopa) = 40g
Manteiga
  1 xícara (chá) = 150g
  ¾ xícara (chá) = 110g
  ½ xícara (chá) = 75g
  1 colher (sopa) = 30g

Legumes
  1 xícara (chá) = 100g

Sal
  1 colher (sopa) = 16g
  1 colher (sobremesa) = 6g
  1 colher (chá) = 4g

Fermento em Pó
  1 colher (sopa) = 15g
  1 colher (sobremesa) = 7g
  1 colher (chá) = 5g


Pesos e Medidas em Inglês
  1 libra (lb) = 0,454gramas
  1 once (oz) = 28,35 gramas
  1 cup ( xícara) = 0,2371 litros
  1 gallon (gal) = 3.7851 litros


Para que as suas receitas saiam corretamente é importante seguir algumas dicas.
1º) Ler a receita inteira antes de começar a fazê-la.
2º) Siga a risca as instruções.
3º) Coloque todos os ingredientes a serem utilizados, já medidos corretamente no local que vai prepará-lo, para não prejudicar a receita.
4º) Escolha a panela ou a forma com o tamanho correto para que não derrame o alimento e nem grande demais, pois pode prejudicar a sua consistência.
5º) Se a receita pedir forno pré-aquecido é porque precisa estar quente, sendo assim é importante que acenda 15 minutos antes de ser usado. E se for pedido na hora é porque precisa ser aquecido lentamente.
Coloque sempre a forma no centro do forno, assim ele assa todo por igual. É importante que o forno esteja sempre regulado para que o prato possa ter melhor resultado.

Modo de Montar uma Forma
Unta-se o fundo e os lados com uma pequena porção de manteiga, margarina ou óleo usando um pincel. Em seguida polvilhe com farinha de trigo de maneira que fique toda por igual sacudindo ela para que caia o excesso, para os salgados pode usar a farinha de rosca.
É sempre importante lembrar que os ingredientes sejam de boa qualidade. Pois assim sai pratos com ótimo sabor e com bom aroma.

Temperatura do Forno

Fahrenheit Centígrado
250 a 275 Fº Muito Baixa 120 a 140 Cº
300 a 325 Fº Baixa 150 a 160 Cº
350 a 375 Fº Moderado 180 a 190 Cº
400 a 425 Fº Quente 200 a 220 Cº
475 a 500 Fº Muito Quente 240 a 250 Cº
 

Obrigada,

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Glicerina: Como Funciona, Benefícios para Pele e Cabelo e Cuidados

Aprenda um pouco sobre a glicerina, para que serve e benefícios dos produtos glicerinados

A glicerina é um ingrediente adicionado a muitos shampoos, cremes, hidratantes, sabonetes, sabonetes líquidos, etc. Mas, por que é tão popular glicerina para fabricação de produtos de cuidados da pele e cabelo? Para manter a pele e cabelo macio e brilhante, a humidade é necessária.

O que é Glicerina?

Glicerina é um líquido espesso, incolor, de sabor doce. Sua utilização mais comum é em sabonetes e em outros produtos de beleza, essa popularidade é por seu poder umectante. Verificando os ingredientes/composição de seus cosméticos, com frequência irá se deparar com a glicerina, geralmente com o nome de Glycerin.

Glicerina pode ser dissolvido em água ou álcool, mais não em óleo. Por outro lado, muitas coisas se dissolverá em glicerina mais facilmente do que em água ou álcool. Por isso, é um bom solvente.

A glicerina é também altamente "higroscópico" o que significa que ele absorve água do ar. Exemplo: se você deixar uma garrafa de glicerina pura exposta ao ar em sua cozinha, ela irá “pegar” a umidade do ar e, eventualmente, se tornaria 80% de glicerina e 20% de água. Devido a esta qualidade higroscópico, glicerina 100% pura se colocada sobre a língua causará desidratação. Diluída com água, no entanto, ele irá suavizar a sua pele.

Não só é usado no processo de fabricação de sabão, é um subproduto também. Muitos fabricantes de sabão realmente extrair a glicerina durante o processo de fabricação de sabão e reservá-lo para uso em produtos mais caros.

Onde se consegui glicerina mudou ao longo do tempo. Em 1889, por exemplo, a fabricação de velas era a única forma de se obter glicerina. A extração é um processo complicado. A maneira mais simples é a mistura de gordura (ambos animal e vegetal contém em torno de 7%-13% de glicerina) com soda cáustica. Quando os dois são misturados, o sabão é formado, e a glicerina é, então, removida. Ainda assim, uma pequena quantidade de glicerina permanece no sabão.

O elemento químico puro é chamado Glicerol, o que indica que é um álcool. O produto impuro comercial é chamado glicerina.

A glicerina é utilizada de diversas maneiras. Pode ser usado para fazer dinamite. Não é explosivo sozinho, tem de ser processada em nitroglicerina para que possa ser usado como um explosivo. É utilizado em impressões e tintas, frutas em conserva, loções e como um lubrificante. Pode ser utilizado para prevenir o congelamento de macacos hidráulicos. As suas qualidades anti-sépticas permitir a sua utilização na preservação de espécies científicas em frascos.

Benefícios da glicerina para a beleza

Glicerina pode ser usado para fins cosméticos e como tratamento de condições médicas da pele. A maioria das pessoas são muito tolerantes a glicerina, sem sentir irritação. Os efeitos da glicerina na pele são um aspecto mais saudável, com aparência mais natural.
Sabonete de Glicerina: Devido ao seu teor de glicerina elevada, os sabonetes são muito hidratantes para a pele. Este conteúdo elevado de glicerina também significa que os sabonete irá dissolver rapidamente em água mais do que os sabonetes com menos glicerina, e que, se a barra de sabonete é deixada exposta ao ar, ela irá atrair humidade e "cintilar" com gotas de água do ambiente.

O fato de que a glicerina pode ter um efeito terapêutico em feridas e outras doenças de pele também contribui para que a pele tenha um aspecto saudável e mais suave. Glicerina é um emoliente, não faz apenas umedece a pele, mas a deixa macia e suave ao toque.

Glicerina pode combater os efeitos de doenças de pele tais como psoríase.

Glicerina contém tão poucas toxinas, naturalmente não causa reações alérgicas. Isto a torna um ótimo ingrediente a ser usado por pessoas com pele sensível. Procure pela glicerina em loções, cremes e muitos outros produtos de pele para evitar reações alérgicas, como erupções cutâneas.

A glicerina é também encontrada em creme de barbear para ajudar a evitar a irritação da pele. A glicerina pode tornar-se um removedor de maquiagem ideal por sua capacidade de desfazer óleos e resíduos em sua pele, tornando fácil de limpar ou lavar. A glicerina é também incluído em muitos produtos anti-envelhecimento para reduzir rugas.

Além de trazer de volta a umidade para cabelo ou pele ressecados, glicerina é também utilizado para o crescimento do cabelo.
Seu uso pode condicionar o cabelo extremamente seco, crespo e quebradiço.

Se seu couro cabeludo está seco e descamando, massageie glicerina vegetal no couro cabeludo pode aliviar bastante. Isso é especialmente benéfico para as mulheres afro-descendentes, que tem cabelos secos ou problemas no couro cabeludo.
A glicerina pode ser utilizada por pessoas que têm cabelos secos e crespos, e que têm couro cabeludo despelando . Por isso, é ótimo para o cabelo tipo afro.

Além dos benefícios hidratantes da glicerina para cuidados do cabelo, também contribui grandemente para fortalecer do cabelo, que conduz a uma menor quebra de cabelo, e menor formação de pontas espigadas.

As pessoas que têm tipo de cabelo oleoso ou normal deve evitar o uso de glicerina no cabelo.

Quando a glicerina resseca
Já sabemos que a glicerina atrai as moléculas de água a partir do ar, e ajuda na hidratação. Isso pode ser um problema se há pouca ou nenhuma humidade na atmosfera. Se for usado glicerina no cabelo ou pele em um ambiente mais seco ela ainda vai fazer a sua função primária: atrair moléculas de água. O que significa que estaria pegando a umidade de seu cabelo ou pele, porque não tem outro lugar para conseguir essas moléculas de água se o ar na atmosfera está seco.
Nota:. Enquanto as pessoas dizem que a hidratação é o resultado da glicerina atrair a umidade de sua pele, há um debate acalorado sobre se ou não a glicerina tem algumas outras propriedades somadas, que são úteis para a pele, pensamento recorrente é "Sabemos que a glicerina amacia a pele. Algumas pessoas pensam que é porque ela atrai a umidade, mas poderia haver outras razões."
Então, basicamente o pensamento é: nos meses de inverno, quando o tempo é mais seco, se utilizar glicerina no cabelo e que a glicerina não tem uma fonte estável de moléculas de água para atrair a partir da atmosfera ela irá como algumas pessoas gostam de dizer: "Ele seca meu cabelo". Por quê? Porque glicerina ainda vai fazer o seu trabalho que é "pegar umidade", mas ele vai tirar essa umidade de seu cabelo, em vez da atmosfera, pelo processo de adsorção em vez de absorção. O cabelo, muitas vezes, adquiri aspecto gorduroso, mas não hidratada.
Se expor glicerina ao ar, ela irá saturar-se até o ponto em que não precisará mais de água. Portanto quando você colocar a glicerina em água (que ela ama), então ela realmente vai saturar-se e não puxar a água de seu cabelo. Portanto, glicerina mais água é bom.

Fonte: http://cristheone.com.br

terça-feira, 12 de junho de 2012

Dias dos Namorados

Olá,
Hoje estamos comemorando o Dia dos Namorados, data no qual onde os casais apaixonados trocam presentes e algo mais .. rs
"
A história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.
O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.
Além de continuar celebrando casamentos, ele se casou secretamente, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.
"
Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Brasil



Abaixo cartão comemoratio do Dia de São Valentim publicado em 1883 nos Estados Unidos da América.

hhaaa ... quem ainda não encomendou o presentinho para a sua(seu) amada(o), é só encomendar... veja a foto acima...
By

sábado, 9 de junho de 2012

Esferas eeee ... Mais Esferas ...

Uauaaaa....
Recebi uma super encomenda de esferas de frutas, a minha cozinha está virando uma quitanda, rs.
30 esferas de mamão papaia
30 esferas de melância
30 esferas de morango
30 esferas de maracujá  ....  MMMM´s    rs
eeee
30 esferas de pitanga.

Então, estou usando o extrato glicólico de mel e de aveia.

As essências, muitas, isso aí, é um combinado. Cada cor é uma essência.

Preste atenção...

Melância...
  Na base tem a cor verde claro - essência de menta, e verde escuro - essência de maça verde,
  Meio da base cor branco é a glicerina;
  Parte de cima vermelho é essência de melancia, e depois é "chumbado" com melância.

Mamão papaia...
  Na base tem a cor verde claro - essência de menta, e verde escuro - essência de maça verde;
  Meio da base cor amarelo é a essência de maracujá;
  Parte de cima cor laranja é a essência de mamão papaia.

e assim dá pra se fazer um variado de frutas, e tbém de outros formatos como retangular, quadrado, trigulango e em esferas. É só usar a imaginação na sua montagem.








Pasta Esfoliante Hidratante

Pasta Esfoliante Hidratante
Indicada para fazer esfoliação no corpo todo duas vezes na semana. Além de esfoliar a pele tbém hidrata por conter manteiga de cupuação e óleo de semente de uva.
E tbém tem a ação de sabonete por conter base de sabonete líquido.
No momento a pedido das clientes a essência é de Litsea (erva cidreira com limão siciliano), mas, tbém pode ser a gosto do cliente, é só entrar em contato caso tenha dúvidas.
Não aconselho esse produto no rosto, pois, algumas pessoas tem uma sensibilidade maior que as outras.

Creme Super Hidratante

Creme Super Hidratante.

Creme de ação hidratante, indicado para as mãos e pés. Evita rachaduras e ressecamentos que ocorrem frequentemente nos calcanhares.

Composição: base croda, água destilada, nipagim, essência, uréia, óleo semente de uva, óleo de silicone.

Ps. A essência pode ser que mais agrade a cliente, pois, cada um tem um gosto ...

Uréia

É uma substância própria do organismo, que também existe na camada mais externa da pele humana (estrato córneo) e que contribui para a regulação do equilíbrio da água na pele, aumentando a umidade no estrato córneo e diminuindo a perda de água da pele.
Quando utilizamos a uréia, ela tem ação hidratante e estimulante da regeneração celular (cicatrizante).

Por ser uma substância higroscópica, umectante penetrante, absorve água do ambiente e promove sua retenção, repondo a umidade natural da pele e melhorando sua textura.

A uréia é um componente essencial a ser incluído na fórmula de um bom hidratante. Para que entendamos a importância da uréia para a hidratação da pele, devemos lembrar que ela é normalmente excretada através do suor, fazendo parte da camada hidrolipídica, responsável por manter a umidificação natural da pele. Em condições climáticas adversas, entretanto, a quantidade de uréia normalmente produzida pela pele pode não ser suficiente para manter seu aspecto saudável.

Há décadas, a uréia vem sendo utilizada para o tratamento cosmético da pele seca. Contudo, possui importantes indicações clínicas, como ação antimicrobiana e antiinflamatória. Do ponto de vista da hidratação propriamente dita, as características particulares da uréia lhe conferem a capacidade de gerar um tipo de hidratação denominada ativa, mantendo a pele hidratada por um período mais prolongado. Parece que uréia é o único hidratante que tem um efeito de hidratação do interior das células. Isto é, ela é capaz de se ligar a moléculas de água dentro das células e possibilitar o aumento da hidratação por um tempo mais prolongado. Outro benefício da alta solubilidade da uréia em água, é poder gerar compostos sob a pele que, quando expostos a um ambiente com alta umidade, têm a capacidade de captar água deste meio.

Dessa forma, quando falamos em hidratação ativa, percebemos realmente um diferencial para aqueles produtos hidratantes que possuem uréia em sua composição. É importante considerar também que a quantidade de uréia deve ser adequada para cada tipo de pele ou alteração que possa ocorrer. Essa quantidade pode ser apresentada em diferentes concentrações, variando de 3% a 20%.


sexta-feira, 8 de junho de 2012

Sabonete Leite de Cabra

Sabonete Leite de Cabra
Contém extrato de leite de cabra é rico em ácido lático, promove a renovação celular da pele deixando-a macia e sedosa. Ajuda a clarear e suavizar a pele.

Shampoo e Condicionador de Mel

Shampoo e Condicionador de Mel
Mas ..... por que de mel ?? Fiz esse shampoo para auxiliar ao tratamento da minha tia com a psouríase, como disse, a pele dela melhorou em 80%. Não estou dizendo que isso é a cura, apenas ameniza bastante a doença.
Shampoo: Água mineral, extrato glicólico de própolis, mel in natura, anfótero, essência, concentrado para shampoo.
Condicionador: Concentrato para condicionador, água mineral, óleo semente de uva e de silicone, essência e mel in natura.

Sabonete de Mel - Extrato de Própolis

Sabonete de Mel
Um breve comentário....  a minha tia e uma amiga dela tem  psoríase ao usar o sabonete de mel a pele melhorou em 80%. Até agora e as pesquisas que fiz no google não se tem uma cura, um remédio para acabar de vez com essa doença.

Os componentes do sabonete são Base glicerinada, essência de mel, Mel In Natura, Extrato Glicólico de Própolis.

O Extrato de Propólis tem ação cicatrizante, antiinflamatória, bactericida, protetora e regeneradora de tecidos, calmante de irritações da pele.
Mel In Natura sendo um nutriente rico em propriedades naturalmente antiinflamatórias e anti-bacterianas, o mel é excelente fonte energética de saúde. Uma explicação mais detalhadas sobre o mel no site http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/abelhas/mel-4.php 




 

Sabonete de Litsea

Litsea
Essência de erva cidreira com limão siciliano. Essa essência é maravilhosa, pois, ao utilizar, o cheiro vai para outras dependências da casa.
Contém extrato glicólico de aveia é suavizante, remineralizante, restauradora de tecidos, nutritiva, hidratante, e emoliente.

História do Sabonete


Há indícios de que já na pré-história o ser humano fazia uso do sabão mesmo não sabendo da importância que um dia este produto teria para toda a humanidade.

Segundo uma antiga lenda romana, a palavra 'sabão' teve sua origem no Monte Sapo, próximo à Roma, na Itália, onde animais eram oferecidos em sacrifício para os deuses. A gordura dos animais imolados no fogo misturava-se com a madeira queimada do altar. Esta mistura escorria para o solo nas proximidades de rios e as mulheres, ao lavarem roupas, sentiam uma maior facilidade em limpá-las quando estavam em contato com a nova substância.

O ano de 1878 foi um marco na história do desenvolvimento dos sabões modernos, quando foi inventado o sabão branco. Isto ocorreu acidentalmente, devido à inclusão de ar na solução de sabão antes da moldagem.

O uso medicinal dos sabões nos remete aos registros nos quais são mencionadas suas propriedades medicinais e de limpeza. Alguns estudiosos usaram sabão para tentar solucionar diversos problemas de pele, incluindo a escabiose, a psoríese, a tinea, o versicolor e a herpes tonsurans. Na Europa, no século XIX, foram descritos tratamentos com o uso do sabonete de versicolor da acne vulgar e da micose. E nos Estados Unidos, experimentaram tratar a acne com um sabão fino, feito de azeite de oliva e soda cáustica.

Na época de Napoleão, na Europa, o banho ainda não era um costume corrente e as pessoas não o praticavam. Nos tempos elisabetanos, o banho era um evento anual, felizmente, com a mudança das gerações, este hábito tornou-se diário, mostrando-se útil à remoção de microorganismos da pele, reduzindo, desta forma, o risco de infecções na mesma.

Os sabões são resultados da reação química entre a gordura e um álcali, resultando num sal ácido de gordura com ação detergente. O nome "sabonete" teve origem na França, onde se iniciou a confecção de sabões nos quais eram inseridas cores e aromas. A palavra em francês é "SAVONETE".

Na década de 50, com o desenvolvimento da indústria química e o ajuste das fórmulas, foi constatado um baixo índice de alergia ao uso de sabonetes, além de uma diminuição em seu custo. A função do sabonete consiste em emulsionar e suspender pequenas partículas sólidas da pele, que,desta forma, são eliminadas junto com a água, diminuindo o ressecamento da pele. A composição dos sabonetes podem ser incorporados óleos vegetais ou minerais.

Com o passar do tempo, as indústrias químicas desenvolveram sabonetes menos agressivos à pele, como os sabonetes de glicerina. Outras indústrias também auxiliaram esse desenvolvimento, criando equipamentos que tornaram a mão-de-obra das fábricas de sabonete mais rápida e eficiente.Atualmente, podemos preparar nossos próprios sabonetes, utilizando bases que são dissolvidas artesanalmente, adicionando a eles cores e aromas e ainda moldando-os em várias formas e tamanhos diferentes.


SABONETES COMERCIAIS

A carência de glicerina nos sabonetes comerciais é a principal razão do ressecamento que sentimos na pele com o seu uso. E muitas vezes vemos o próprio sabonete ressecar e rachar. Esta é a principal diferença entre os sabonetes comerciais e os sabonetes artesanais. Os ácidos graxos contidos nos óleos utilizados para se fazer o sabonete artesanal ajudam a regular a umidade e nutrir a pele, enquanto a glicerina natural dá uma textura mais macia.

Os sabonetes comerciais que você encontra nos supermercados são fabricados visando dois aspectos: a conservação do produto nas prateleiras do comércio e oferecer ao consumidor um produto de maior duração, com isso justificam o uso de produtos químicos e conservantes resultando em um produto que nem poderia mais ser chamado de sabão ou sabonete, na sua verdadeira acepção, pois nada mais são do que detergentes sintéticos, utilizando inclusive o hidróxido de sódio (soda cáustica). Muitos desses detergentes são à base de petróleo e outros que contêm substâncias encontradas na natureza, mas são extraídos radicalmente e modificados.


História

O sabonete surgiu há 600 anos antes de Cristo. Foi criado pelos fenícios, que ferviam gordura animal, água e cinzas de madeira até obterem uma pasta que servia para limpar o corpo.O produto sólido, porém, só foi criado no século 7 quando os árabes inventaram o chamado processo de saponificação.

Mais tarde os espanhóis adicionaram azeite de oliva ao produto para perfumá-lo. Até então ele só era conhecido na Europa pela nobreza espanhola, italiana, francesa e inglesa. Diz a lenda que quando os nobres presenteavam autoridades de outros países com sabonetes, enviavam junto uma bula, para explicar seu uso.

O sabonete se tornou um produto do cotidiano a partir do século 19, quando começou a ser fabricado industrialmente, barateando seu custo. Tornou-se tão popular que hoje em dia é impossível falar em higiene pessoal sem considerar o uso do sabonete .Feito com substâncias detergentes, o sabonete tem como primeira função limpar as impurezas da pele. Graças a fórmulas sofisticadas, hoje existem sabonetes para os diferentes tipos de pele, que evitam o ressecamento e garantem uma limpeza profunda.

Fonte:http://www.portalsaofrancisco.com.br